Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A vida em caracteres

15
Fev14

Conveniências

Jessica

Eu bem sei que disse que não falaria sobre as coisas más destas últimas semanas, mas o que se passou esta quinta-feira à noite têm de ser partilhado só mesmo pelo ridículo da situação. 

 

Aqui a menina Jéssica chega quinta-feira a noite a casa, depois de ter ido secretamente comprar uma Túlipas para dar à mamã, estoirada do estágio e da faculdade e começa a preparar as coisas para ir tomar uma banhoca e meter-se na cama. Não sei o que raio fiz, que jeito dei, não faço ideia do que aconteceu, mas de repente dá-me uma dor enorme enorme na zona lombar das costas. Conseguia estar em pé, mas mexer-me um milímetro que fosse para a frente, trás ou lados dava-me uma dor excruciante na zona lombar das costas, desci até à sala a grande custo para contar à minha mãe. A minha sorte têm sido tanta ultimamente que ela desatou-se a rir e também eu ao aperceber-me do ridículo da situação acompanhei-a nas gargalhadas à medida que isso provocava-me ainda mais dores. Tomei um banho quente a muito custo e pedi-lhe que me pusesse voltarenl nas costas e fui dormir, na sincera esperança de que às 6:00am tivesse boa para ir para o estágio!!! Qual quê! Acordei às duas da manhã sem conseguir dormir mais, cheia de dores ao mínimo movimento. 

 

Obvio que não fui nem ao estagio, nem à faculdade. A primeira coisa que fiz de manhã, quando a minha mãe despachou as coisas aqui por casa, foi ir directa ao Hospital. A questão agora é: imaginem a minha cara a ligar ao hotel às 7 da manhã a dizer que não podia ir porque estava com uma dor infernal nas costas. 

 

Pensamento deles: 

 

 "Hummm, a estagiaria na primeira semana, a uma sexta-feira que por sinal calha na porcaria do dia dos namorados têm convenientemente uma dor nas costas "

 

Odiei a minha sorte.

 

Mais tarde mandei uma mensagem a uma amiga/colega da faculdade que dizia o seguinte:

 

"Mais uma das peripécias da Jéssica. À hora de almoço ligo a contar... Não vou à faculdade"

 

Resposta dela:

 

"Acho que devias escrever um livro ... tipo os da Anita" 

 

Ri-me, ri-me mesmo muito e agradeci-lhe por aquele momento! 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D